Secretário-executivo do Turismo é solto sob fiança

A Justiça concedeu, na noite de sexta-feira, liberdade sob fiança ao secretário-executivo do Ministério do Turismo, Frederico Silva da Costa, preso no Amapá em uma operação da Polícia Federal destinada a combater o desvio de recursos públicos da pasta.

O juiz federal Guilherme Mendonça Doehler, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, determinou que Costa e Mario Moyses (ex-secretário da pasta e ex-presidente da Embratur) fossem libertados mediante o pagamento de 200 salários mínimos e desde que fiquem afastados de suas funções até a conclusão do caso.

O juiz também concedeu hábeas corpus a 14 outros detidos na operação da PF – batizada de Operação Voucher –, que investiga irregularidades, promovidas por meio de emendas parlamentares, em convênio entre o Ministério de Turismo e o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Infraestrutura Sustentável (Ibrasi).