Propostas de reformas na Jordânia são sinal de 'alto nível', diz rei

O rei Abdullah, da Jordânia, disse que as propostas para uma reforma constitucional limitada são um "sinal do alto nível de maturidade política" dos cidadãos.

No entanto, jovens ativistas - que tiveram um papel importante nos protestos populares pedindo reformas democráticas nos últimos sete meses - dizem que as reformas propostas não atendem às expectativas da população do país.

As propostas, apresentadas neste domingo pelo rei, incluem a transferencia limitada de alguns de seus poderes ao Parlamento.

As demandas dos ativistas jordanianos incluem o voto popular para a escolha do primeiro-ministro e de seu gabinete, o que atualmente é atribuição do monarca.

Eles também exigem maior transparência por parte do governo, além de novas políticas econômicas.