Julgamento de Mubarak não será mais televisionado, anuncia juiz

A corte que julga o presidente deposto do Egito Hosni Mubarak anunciou nesta segunda-feira que o julgamento não será mais televisionado e que o processo contra Mubarak será fundido com o julgamento do ex-ministro do Interior Habib al-Adly.

Grupos de partidários e opositores de Mubarak entraram em choque na frente do tribunal ao serem informados sobre o fim da transmissão do julgamento - que será retomado no dia 5 de setembro.

Analistas afirmam que interromper a transmissão por TV do processo tornará o trabalho dos juízes mais fácil, já que há enorme pressão do público.