Com nova lei, fabricantes de cigarro processam governo dos EUA

Quatro fabricantes de cigarro estão processando autoridades americanas devido a uma nova regra que forçaria as empresas a publicar novos avisos explícitos de alerta à saúde em seus produtos.

As companhias alegam que o plano viola o seu direito constitucional de livre expressão, pois a norma requer que as empresas promovam a mensagem antitabagismo do governo.

De acordo com a regra, a partir do fim do próximo ano, os produtos devem trazer imagens mais explícitas, incluindo dentes estragados e pulmões doentes, para convencer os consumidores a parar de fumar.

As fabricantes de cigarro consideram a lei inconstitucional e querem retardar a sua aplicação.