Itália registra entrada de três mil migrantes ilegais em poucos dias

O fluxo de migrantes ilegais, que cruzam o mar Mediterrâneo em pequenos barcos, tem aumentado sensivelmente, segundo autoridades da Itália. Só nos últimos dias o país registrou a chegada de três mil africanos na ilha de Lampedusa.

A ilha fica a apenas 200 quilômetros da costa da Tunísia e é a principal porta de entrada dos migrantes africanos, que fogem da pobreza e agora também da instabilidade política do norte da África.

Na última noite, a guarda costeira italiana interceptou um barco com 300 imigrantes, incluindo mulheres e crianças.

Além de líbios e tunisianos, há registro de imigrantes da Somália e da Nigéria.