Índia descobre mais de 2 mil corpos não identificados enterrados em vala

Uma comissão indicada pelo governo da Índia na região da Caxemira indiana afirmou ter descoberto uma vala em que mais de 2 mil corpos foram enterrados sem identificação, ao longo dos últimos 20 anos.

O chefe da Comissão de Direitos Humanas do Estado de Jammu e Caxemira, Bashir Ahmad Yatoo, disse à BBC que 2.156 corpos, muitos deles com buracos de balas, foram entregues pela polícia à população da região, para que eles possam ser enterrados.

A polícia identificou os mortos como sendo militantes não identificados.

Organizações de direitos humanos acusam as forças de segurança da Índia de ter realizado execuções sumárias de inocentes.

A Caxemira é uma região dividida entre a Índia e o Paquistão e alvo de fortes disputas entre os dois países.

A região é também palco de constantes conflitos entre separatistas que lutam contra o domínio indiano e visam a anexação da região ao Paquistão.