Jornalistas da BBC deixam hotel sitiado em Trípoli

A equipe da BBC que estava presa no hotel Rixos, que acabou sitiado por forças leais ao regime de Muamar Khadafi durante a ocupação rebelde de Trípoli, deixou o local na tarde desta quarta-feira.

Os cinco profissionais da BBC ficaram seis dias no hotel em condições precárias. O local, que abrigava mais de trinta jornalistas estrangeiros, ficou isolado por militares de Khadafi enquanto a maior parte de Trípoli ficava sob controle das forças rebeldes.

Os jornalistas da BBC, bem como de outros veículos, deixaram o local em veículos blindados.

Nesta terça-feira, as forças rebeldes ocuparam Trípoli, o último grande reduto de Khadafi. Os opositores também romperam o cerco ao complexo governamental e residencial do líder líbio, cujo paradeiro é desconhecido.