ONG denuncia ‘evidências’ de valas comuns em zona de conflito no Sudão

A ONG Projeto Sentinela, que faz monitoramento via satélite de regiões de conflito, anunciou nesta quarta-feira ter encontrado “forte evidência” de valas comuns na província de Kordofan do Sul, no Sudão.

A região é palco de um conflito separatista, que quer independizar a província em relação ao governo central de Cartum.

As imagens mostram as suspostas valas nos arredores da cidade de Kadugli. Segundo os ativistas, são sepulturas recentes.

O satélite também captou imagens que, de acordo com os ativistas, podem ser de sacos e lona, usados para envolver o corpo das vítimas.

O atual presidente do Sudão, Omar al-Bashir é acusado de responsabilidade em outro conflito interno, o massacre de Darfur, em 2003. A Interpol tem um mandado de prisão contra o líder sudanês.