Primeiro-ministro do Japão renuncia

O primeiro-ministro do Japão, Naoto Kan, renunciou ao cargo nesta sexta-feira, após enfrentar meses de críticas à sua resposta ao terremoto e ao tsunami que atingiram o país em março e à crise nuclear subsequente.

Em junho, ele conseguiu evitar um voto de desconfiança do Parlamento prometendo renunciar uma vez que importantes leis com relação ao orçamento e à energia renovável fossem aprovadas, o que ocorreu nesta sexta-feira.

O partido governista escolherá o sucessor de Kan na semana que vem. Um ex-ministro do Exterior, Seiji Maehara, está entre os nomes mais cotados para assumir o cargo, mas ele enfrentará competição de outros integrantes do gabinete.