Sudão diz que não reconhece principal partido de oposição

O governo sudanês disse que não reconhece mais a existência do principal partido de oposição do país, o SPLM-Norte.

Combatentes leais ao SPLM-Norte enfrentam forças do governo nas províncias de Nilo Azul e Cordofão do Sul, perto da fronteira com o Sudão do Sul.

O partido diz que muitos de seus ativistas foram presos e que alguns de seus escritórios foram fechados, pouco antes de que o governo declarasse sua ilegalidade.

No entanto, o governo reconheceu oficialmente a oposição em um acordo assinado há dois meses, com o objetivo de encontrar solução para os problemas dos dois estados na fronteira.

O SPLM-Norte tem fortes ligações com o partido que recentemente conseguiu a independência do Sudão do sul após décadas de guerra civil.

Segundo o correspondente da BBC em Cartum, James Copnall, muitos membros do SPLM-Norte lutaram contra o governo do Sudão do norte durante a guerra, mas ficaram "presos" na região após a independência do sul.