Uruguai recolhe soldados de paz que teriam estuprado adolescente no Haiti

O governo do Uruguai ordenou a repatriação de cinco de seus soldados da força de paz no Haiti, após acusações de que eles teriam participado do estupro de um adolescente haitiano.

O chefe do contingente naval do Uruguai no Haiti também foi afastado de seu posto após o acidente, que teria acontecido em uma base da ONU.

A missão de paz da ONU no Haiti e as autoridades locais abriram investigações separadas depois que um vídeo apareceu na internet, supostamente mostrando o estupro.

Uma porta-voz da missão disse à BBC que um investigador uruguaio também foi enviado para o Haiti.