Rebeldes dizem que filhos de Khadafi abandonaram Bani Walid

Dois filhos do líder líbio foragido Muamar Khadafi deixaram nesta segunda-feira a cidade de Bani Walid, onde estavam entrincheirados, disse à BBC o chefe do governo interino da Líbia.

Mustafa Abdul Jalil afirmou que Saif al-Islam e Mutassim Khadafi estavam impedindo que forças leais a Khadafi entregassem as armas e se rendessem a comandos rebeldes, que cercam o bastião leal ao antigo regime líbio.

Horas antes, rebeldes afirmaram que as negociações para a rendição de Bani Walid tinham fracassado e que um ataque à cidade era iminente.

Jalil afirmou, entretanto, que as negociações para a rendição continuarão até sábado - prazo em que expira o ultimato dado por rebeldes a forças leais a Khadafi.

Localizada 150 quilômetros a sudoeste da capital da Líbia, Trípoli, Bani Walid é uma das quatro cidades ainda controladas por combatentes leais ao antigo regime. Bani Walid é controlada por uma das mais poderosas tribos da líbia, a warfalla.