OCDE recomenda que países ricos não aumentem juros

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) recomendou nesta quinta-feira que os países mais ricos do mundo mantenham as baixas taxas de juros e se preparem para uma desaceleração econômica.

Segundo a OCDE, o crescimento no G7, o grupo das sete nações mais industrializadas do mundo, vai cair de 1,6% no terceiro trimestre para apenas 0,2% no último trimestre do ano.

De acordo com as previsões, a Alemanha, maior economia da Europa, será o país mais afetado.

A Organização aconselhou os bancos centrais a usar outros métodos para aumentar a quantidade de dinheiro em circulação, se a desaceleração econômica se prolongar.