Políticos e agências humanitárias se reúnem no Quênia para discutir seca

Políticos africanos e representantes de agências humanitárias se encontram nesta quinta-feira em Nairóbi, no Quênia, para discutir maneiras de lidar com a seca no leste do continente, que já afeta mais de 12 milhões de pessoas.

As Nações Unidas dizem que 750 mil pessoas correm risco de morrer de fome nos próximos meses na Somália, o país mais atingido pela crise.

Segundo os organizadores, o encontro em Nairóbi não busca levantar fundos, mas sim discutir soluções de longo prazo para o problema da seca.