Ex-general é favorito em eleições presidenciais da Guatemala

A Guatemala escolhe neste domingo o substituto do presidente Álvaro Colom, além de renovar seu Congresso e cargos municipais.

O favorito ao cargo de presidente é o general reformado Otto Perez Molina, do direitista Partido Patriótico. Ele é acusado por opositores de associação com crimes cometidos durante os 36 anos da guerra civil do país, terminada com um acordo de paz 1996.

Calcula-se que Perez Molina não terá votos suficientes para vencer já no primeiro turno e deve enfrentar o empresário Manuel Baldizon ou o físico e matemático Eduardo Suger (ambos também conservadores) numa segunda votação.

O país tem população de 14 milhões, quase a metade dela vivendo na pobreza. Cerca de 7,3 milhões de eleitores estão aptos a votar neste domingo.