Chefe do conselho rebelde líbio promete governo interino em dez dias

O chefe do Conselho Nacional de Transição (CNT) da Líbia, Mustafa Abdul-Jalil, prometeu neste domingo que um governo interino será formado em dez dias no país.

Jalil disse ainda que a produção de petróleo foi retomada, após a interrupção provocada pela queda do regime de Muamar Khadafi.

Em sua primeira visita à capital Trípoli desde a tomada da cidade, no sábado, Jalil, disse a simpatizantes que o momento é de união, e não de vingança.

Observadores apontam que um dos maiores desafios de Jalil é estabilizar a Líbia e tentar formar um governo efetivo nacional, que seja reconhecido pelos líbios.

No front externo, o CNT já foi reconhecido como legítimo por cerca de 60 países e por instituições como o FMI.