Strauss-Kahn é interrogado na França por suposta tentativa de estupro

O ex-diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, está sendo interrogado na França sobre alegações de que ele teria tentado estuprar uma jornalista em 2003.

A jornalista, Tristane Banon, alega que o incidente teria ocorrido em um apartamento vazio em Paris.

De volta à França após o colapso de um outro caso, em que foi acusado de tentar estuprar uma camareira nos Estados Unidos, Strauss-Kahn nega as acusações e pediu que a polícia o interrogue o quanto antes.

Strauss-Kahn era tido como um forte candidato socialista à presidência da França mas acredita-se que ele não deve mais concorrer.