Só 6% de emergentes cumprirão metas de saúde infantil e materna, diz estudo

Apenas nove de 137 países emergentes fizeram progressos suficientes para alcançar as metas do milênio tanto em relação à mortalidade infantil e quanto materna, afirma um estudo publicado nesta terça-feira na revista científica britânica <i>The Lancet</i>.

Se a tendência atual continuar, 31 nações em desenvolvimento atingirão a meta número 4 (reduzir em 2/3 a mortalidade entre crianças menores de cinco anos entre 1990 e 2015), estima a pesquisa.

Apenas 13 países alcançarão a meta número 5 (reduzir em 3/4 a mortalidade materna entre 1990 e 2015). O Brasil não estaria entre eles: até 2011 a mortalidade materna no país caiu 37%.

A pesquisa calculou estimativas para o ano de 2011 levando em conta fontes de dados relevantes que haviam ficado de fora de análises anteriores, como registros de nascimento e óbito, pesquisas nacionais, censos e levantamentos feitos pelas autoridades de saúde.