Irã liberta americanos condenados por espionagem

A mídia estatal iraniana afirma que dois americanos condenados por espionagem no país foram libertados nesta quarta-feira.

Shane Bauer e Josh Fattal foram levados para a embaixada suíça em Teerã. O órgão representa os interesses americanos no Irã.

Acredita-se que a fiança de cada um foi de cerca de US$ 400 mil (mais de R$ 720 mil).

Eles foram presos em 2009 na fronteira do Irã com o Iraque, quando alegavam fazer uma caminhada. Acusados de espionagem, receberam sentenças de oito anos de prisão cada, no mês passado.