Ao menos 40 são mortos em confrontos no Iêmen

Pelo menos 40 pessoas no Iêmen foram mortas em confrontos na capital, Sanaa, durante manifestações neste sábado contra o presidente Ali Abdullah Saleh.

Um jornalistas que estava na cidade disse à BBC que os manifestantes que estavam acampados na praça principal ficaram no meio do fogo cruzado entre facções rivais do Exército.

Ele afirmou ainda que tropas que apoiam os manifestantes trocaram fogo com membros da guarda do de Ahmed Saleh, filho do presidente.

Os choques começaram após a volta não esperada de Saleh após passar três meses na vizinha Arábia Saudita recuperando-se de um ataque que sofreu há três meses.