Barroso pede ação coordenada para fortalecer bancos europeus expostos à crise

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, pediu nesta quinta-feira uma ação coordenada para fortalecer os bancos europeus contra as ameaças representadas pela crise das dívidas na zona do euro.

Barroso afirmou que todos os governos da União Europeia deverão injetar capital para dar aos bancos uma maior segurança financeira.

Na Grã-Bretanha, o Banco da Inglaterra (o banco central do país) anunciou a injeção de mais US$ 116 bilhões no sistema financeiro local para estimular o crescimento, ameaçado pelas tensões na economia global.