Ministro da Justiça defende ‘ações integradas’ para reduzir homicídios

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse nesta quinta-feira em entrevista à estatal EBC (Empresa Brasil de Comunicação) que o Brasil precisa de ações integradas e combate à impunidade para reduzir as taxas de violência e homicídios do país.

"São grandes os desafios que todos aqueles que governam, seja no âmbito federal ou estadual, têm o dever de enfrentar de forma conjugada, superando entraves políticos e buscando soluções necessárias para a sociedade brasileira", disse Cardozo em entrevista ao programa Bom Dia, Ministro.

O ministro defendeu a criação de unidades específicas para a investigação de homicídios em cada Estado, além de mais agilidade à tramitação de processos judiciais.

O Brasil foi apontado como o país com a terceira maior taxa de homicídios na América do Sul (atrás de Venezuela e Colômbia), com 43.909 assassinatos em 2009, segundo estatísticas da ONU.