Rússia pede que líder sírio faça reformas ou deixe o poder

O presidente russo, Dmitry Medvedev, pediu que o presidente sírio Bashar al-Assad implemente reformas ou deixe o poder.

Medvedev afirmou que se o governo da Síria fracassar em colocar em prática as prometidas reformas no país, ele deve ser substituído.

O presidente russo disse, no entanto, que esta decisão deve ser tomada pelo povo sírio e sua liderança atual.

Os comentários de Medvedev foram feitos no mesmo dia em que ativistas disseram que sete pessoas foram mortas a tiros por forças do governo na Síria - quatro na cidade de Homs e três nos subúrbios da capital Damasco.