Iêmen diz ter matado chefe de comunicações da Al-Qaeda em seu país

O chefe de comunicações da Al-Qaeda na Península Arábica foi morto após um ataque aéreo no sul do Iêmen, informaram neste sábado as autoridades iemenitas.

Ibrahim al-Banna, de nacionalidade egípcia, era chamado de "um dos mais perigosos" membros da rede extremista.

Não está claro se o ataque – que também matou, segundo relatos, outros seis militantes – foi perpetrado por aeronaves americanas ou iemenitas.

No mês passado, aviões não tripulados dos EUA mataram o líder da Al-Qaeda na Península Arábica, Anwar al-Awlaki, também no Iêmen.