Líder supremo do Irã critica acusações dos EUA sobre plano de 'atentado'

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, chamou de "absurdas" as acusações dos EUA, na última semana, de que agentes ligados ao governo iraniano teriam feito um plano para atentar contra o embaixador da Arábia Saudita em Washington.

Khamenei disse neste sábado que os EUA teriam inventado a conspiração para tentar atrelar ao Irã a imagem de país apoiador do terrorismo.

Os EUA indiciaram recentemente dois cidadãos iranianos por acusações de tramar o assassinato do embaixador saudita e impuseram novas sanções contra Teerã.