Itália busca responsáveis por violência em protestos

A polícia italiana disse que iniciou nesta segunda-feira uma série de buscas em casas por ativistas de extrema esquerda, suspeitos de causar os episódios de violência no sábado em Roma, durante os protestos contra a"ganância corporativa".

Dezenas de pessoas ficaram feridas e as perdas foram calculadas em mais de US$ 2 milhões.

Logo após o início da concentração para os protestos, grupos de manifestantes mascarados atacaram caixas eletrônicos, destruíram vidraças, queimaram carros e arrancaram sinais de trânsito para os usarem como armas.

A violência foi considerada a pior na cidade em anos.