União Europeia proíbe patentes de tratamentos com células-tronco

O mais alto tribunal da União Europeia emitiu uma decisão nesta terça-feira proibindo o registro de patentes de tratamentos com células-tronco extraídas de embriões humanos.

A conclusão da Corte Europeia de Justiça é a de que tais patentes afetam a dignidade humana.

Alguns cientistas criticaram a decisão alertando que ela pode desincentivar pesquisas do gênero na Europa e até mesmo atrasar a aplicação de alguns tratamentos médico.