‘Sacrifício não foi em vão’, diz Abbas para palestinos libertados

O presidente palestino, Mahmoud Abbas, homenageou nesta terça-feira os esforços feitos por prisioneiros palestinos libertados em troca do soldado israelense Gilad Shalit.

"Seus sacrifícios, esforços e trabalho não foram em vão. Vocês se sacrificaram, lutaram, pagaram o preço e vão ver os resultados de sua luta na concretização de um Estado palestino independente com a capital em Jerusalém", disse ele em Ramallah, na Cisjordânia, onde recepcionou os palestinos.

Dezenas de milhares de pessoas compareceram aos arredores da memorial ao líder palestino Yasser Arafat, para onde foram levados os prisioneiros.

Israel libertou 477 prisioneiros palestinos de Gaza, Cisjordânia e Jerusalém Oriental nesta terça-feira. Outros 550 devem ser libertados em dois meses.