Grécia enfrenta nova greve geral de 48 horas

Trabalhadores na Grécia começaram nesta quarta-feira uma greve geral de 48 horas em protesto contra os planos do governo de adotar novas medidas de cortes de gastos para combater os crescentes problemas com a dívida do país.

O Parlamento deve votar o novo pacote de austeridade com cortes previstos nos salários e nas pensões do setor público, aumentos de impostos e demissões de funcionários públicos.

Os sindicatos dizem que os cortes vão prejudicar a economia grega e intensificar os problemas com a dívida.

Greves anteriores paralisaram o país, com o fechamento de locais de turismo e o acúmulo de lixo não coletado pelas ruas.

Líderes da União Europeia devem se encontrar no fim de semana em Bruxelas, na Bélgica, para considerar novos meios de combater a crise da dívida na região.