Governo da Líbia pede permanência da Otan no país

O chefe do Conselho Nacional de Transição (CNT), Mustafa Abdel Jalil, disse nesta quarta-feira que quer que a Otan continue com sua missão na Líbia até o final de 2011.

Falando depois de uma reunião no Catar, Jalil afirmou que a aliança militar do ocidente deve permanecer no país para evitar que os partidários do coronel Muamar Khadafi fujam.

A Otan deve anunciar sua decisão formalmente na sexta-feira e já tinha tomado uma decisão preliminar de encerrar a operação na Líbia no dia 31 de outubro.

A aliança vem realizando operações na Líbia desde março.