Israel vai acelerar expansão de assentamentos em território palestino

O governo de Israel anunciou nesta terça-feira que irá acelerar a construção de cerca de duas mil unidades habitacionais para colonos judeus nos territórios palestinos da Cisjordânia e de Jerusalém Oriental.

Israel anunciou, ainda, a suspensão temporária de fundos para a Autoridade Palestina.

O anúncio ocorre um dia após a Unesco, órgão de cultura da ONU, admitir a Palestina como estado membro.

Israel é contrário ao pleito palestino de ser reconhecido como Estado pleno na ONU.

O porta-voz do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, disse que a decisão de Israel vai acelerar a destruição do processo de paz.