Julgamento de médico de Michael Jackson continua na segunda-feira

O julgamento do médico Conrad Murray, acusado de ter responsabilidade na morte do cantor Michael Jackson, será retomado na próxima segunda-feira.

Murray é suspeito de negligência, que teria provocado a morte do cantor, em junho de 2009.

O cardiologista nega que tenha dado a Jackson uma dose exagerada do poderoso sedativo propofol para ajudá-lo dormir.

Fãs de Michael Jackson montaram acampamento na frente tribunal em Los Angeles, no estado americano da Califórnia, carregando cartazes pedindo um "bilhete de ida para a cadeia" para o acusado.

Se condenado, Murray, de 58 anos, pode enfrentar quatro anos de prisão e perder sua licença profissional.