Mortos pela repressão na Síria ultrapassam 3,5 mil, diz ONU

O número de pessoas mortas devido à repressão do governo da Síria aos protestos contra o presidente Bashar Al-Assad já ultrapassa 3,5 mil, afirmou nesta terça-feira o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos.

Os números foram divulgados enquanto relatos de dentro da Síria apontam que o exército do país estava realizando operações de porta em porta na cidade de Homs.

As forças de segurança sírias realizam uma nova ofensiva na cidade, apesar de uma proposta de paz apresentada pela Liga Árabe, a qual prevê a retirada de tropas das áreas residenciais.