Confontos entre milícias e forças do governo deixam 11 mortos no Iêmen

Pelo menos sete pessoas teriam morrido e dezenas ficado feridas na cidade de Taiz, no Iêmen, em confrontos entre forças do governo e milícias.

Autoridades médicas do país informaram que civis estão entre os feridos.

O aumento da violência no país coincide com a visita de um enviado da ONU, Jamal Benomar, para tentar encerrar os meses de conflitos entre partidários do presidente iemenita, Ali Abdullah Saleh, e os grupos de oposição.