Polícia mata opositores em protesto a favor do governo na Siria

Forças de segurança sírias mataram quatro opositores do governo e feriram outros 20 que tentavam atrapalhar uma manifestação oficial na cidade de Hama, a 240 km da capital, Damasco.

Segundo os relatos, o grupo começou a gritar bordões anti-regime durante uma manifestação, convocada pelo governo, contra a suspensão da Síria da Liga Árabe.

Os ativistas escaparam por vielas da cidade e foram perseguidos pela polícia, que matou quatro a tiros.

Os protestos oficiais neste domingo reúnem dezenas de milhares de pessoas no país. A TV oficial veiculou imagens de multidões que fizeram passeatas em diversas cidades carregando cartazes do presidente Bashar al-Assad.

No sábado, a Liga Árabe suspendeu a Síria de seus quadros e anunciou "sanções econômicas e políticas" contra o país, em consequência da repressão violenta do regime sírio aos protestos da oposição.