Liga Árabe se reúne para discutir a pressão ao governo sírio

Ministros das Relações Exteriores dos países árabes se encontrarão nesta quarta-feira para decidir sobre como pressionar mais para o fim da violência na Síria.

A reunião acontece um dia depois de um dos mais violentos episódios de repressão aos protestos contra o governo do presidente Bashar al-Assad.

No encontro, os países devem formalizar a suspensão da Síria da Liga Árabe. O governo sírio disse que não comparecerá à reunião em Rabat, capital do Marrocos.

De acordo com a ONU, pelo menos 3.500 manifestantes foram mortos desde o início da repressão do governo às manifestações. Ativistas dizem que 70 pessoas foram mortas nesta terça-feira.

A Síria disse que sua suspensão do grupo é "vergonhosa e maliciosa", acusando os outros países de conspirarem com o oeste para sabotar o regime de Assad.

O pedido das autoridades sírias por uma cúpula de emergência para discutir a violência, que o país atribui a gangues armadas, foi rejeitado por seis países do Golfo.