Agência de risco eleva nota do Brasil e elogia compromisso fiscal do governo

A agência de classificação de risco Standard & Poors elevou nesta quinta-feira nota de dívida soberana de longo prazo do Brasil de BBB- para BBB.

Segundo a agência, um dos argumentos para subir a nota em um nível no grau de investimento é o fato de o país ter mostrado capacidade para lidar com a deterioração da economia global.

“O governo de Dilma Rousseff vem demonstrando seu comprometimento em atingir as metas fiscais”, afirma o comunicado da Standard & Poors, que diz ainda que a perspectiva do Brasil é “estável”.

O rating de longo prazo em moeda local também foi elevado na avaliação da agência: de BBB+ para A -.

O rating de um país concedido por empresas de classificação de risco serve como uma espécie de certificado, para avaliar se o país vem ou não cumprindo com seus compromissos financeiro.