Síria ignora ultimato da Liga Árabe

A Síria ignorou um ultimato da Liga Árabe, que havia ameaçado impor novas sanções contra o regime de Damasco caso seus observadores não fossem autorizados a entrar no país.

O ultimato venceu nesta sexta, sem resposta da Síria. A missão dos observadores externos seria monitorar a situação no país e averiguar a repressão às manifestações antirregime.

Neste final de semana, representantes da Liga Árabe devem se reunir para definir a imposição de sanções contra o a Síria. As restrições podem incluir suspensão de voos ao país, além do congelamento de acordos comerciais e de bens de pessoas ligadas ao regime.

Ativistas sírios dizem que os protestos pró-democracia continuam no país, e que manifestantes continuam a ser alvejados pelas forças de segurança. Ao mesmo tempo, a ONU voltou a expressar preocupação com novos relatos de execução e tortura de civis sírios, inclusive crianças.