Eleições têm início no Egito com longas filas e segurança reforçada

Longas filas se formaram cedo pela manhã nas zonas eleitorais no Cairo, capital do Egito, no início das primeiras eleições no país desde a queda do ex-presidente Hosni Mubarak, em fevereiro.

Tropas do exército e policiais vigiam os principais pontos da capital para garantir a segurança. O governo colocou em andamento um forte esquema policial por todo o país para garantir que o pleito corra dentro da normalidade.

Protestos continuam na praça Tahrir, no centro do Cairo. Os manifestantes exigem a renúncia da junta militar que governa o país e o cancelamento do pleito até a passagem do governo dos militares para civis.

Mais de 10 mil candidatos disputam as 498 cadeiras no Parlamento egípcio. O complexo sistema de escolha para membros da Câmara baixa só terminará no mês que vem.

Segundo a imprensa local e analistas, a maioria dos candidatos é desconhecida do público. Projeções apontam os partidos islâmicos da Irmandade Muçulmana e Salafistas como favoritos na disputa.