OCDE prevê crescimento de 3,4% no Brasil e recessão na Europa

A OCDE reduziu nesta segunda-feira as suas previsões para o crescimento global após advertir que a Grã-Bretanha e a zona do euro podem estar entrando em um período de recessão.

Segundo a organização, que representa os países considerados desenvolvidos, a Grã-Bretanha deve crescer apenas 0,02% no último trimestre deste ano e 0,14% o primeiro trimestre de 2012, enquanto a previsão para a zona do euro é de queda de 1% no último trimestre deste ano e de 0,4% no primeiro trimestre de 2012.

Segundo o relatório, o Brasil, que não faz parte da OCDE, deve crescer 3,4% neste ano e 3,2% no ano que vem - abaixo das previsões de crescimento da economia global, de 3,8% neste ano e 3,4% no ano que vem.

A organização advertiu ainda que um "evento negativo" na zona do euro (como a desintegração da moeda única) poderá provocar uma contração global.