Atividade industrial da China cai pela 1ª vez em 3 anos

Em mais um sinal da debilidade da economia global, a China anunciou nesta quarta-feira que a sua atividade industrial regrediu em novembro, pela primeira vez em quase três anos.

Segundo o governo chinês, a contração se deve à queda nas exportações para os Estados Unidos e a Europa, imersos em crise.

Apesar disso, o país está crescendo a um ritmo de 9% ao ano, e o Banco Central chinês incentivou ainda mais a economia ao reduzir os depósitos compulsórios dos bancos.

A medida fez a Bolsa de Hong Kong subir mais de 5%. Outras bolsas asiáticas também fecharam em alta.