ONU condena Síria por violações de direitos humanos

O principal agência de direitos humanos da ONU fez hoje duras criticas à Síria, por causa da repressão violenta aos protestos pró-democracia.

O Conselho de Direitos Humanos da ONU aprovou uma resolução, indicando ainda um enviado especial para investigar as suspeitas de abusos.

Considerada por diplomatas a mais dura até o momento, a resolução fala de violações graves e sistemáticas das forças sírias e pede a libertação dos todos os presos políticos, além da suspensão de oficiais envolvidos em abusos.

Muitos diplomatas acreditam que é apenas uma questão de tempo até que a Síria seja levada ao Tribunal Penal Internacional (TPI).

Um relatório da ONU acusou as forças sírias de adotar a prática de atirar para matar durante a repressão aos protestos. Mais de 3,5 mil pessoas já morreram nos confrontos.