Confrontos em segunda maior cidade do Iêmen ameaçam acordo para encerrar rebelião

Os confrontos na segunda maior cidade do Iêmen, Taez, entre forças do governo, milícias oposicionistas e combatentes tribais, aumentam o temor de colapso do acordo fechado para encerrar meses de rebelião no país.

Funcionários de saúde da cidade disseram à BBC que outras sete pessoas morreram, o que aumentou o total para 30 mortos desde quinta-feira.

Três dos mortos eram civis, os outros eram soldados e combatentes de oposição.

O governo iemenita já teria enviado reforços para Taez.

Os últimos confrontos ameçam o acordo de transferência de poder que foi assinado no mês passado pelo presidente iemenita, Ali Abdullah Saleh.

O país, que terá eleições gerais em fevereiro de 2012, é palco de rebeliões e confrontos desde o final de janeiro.