México diz que filho de Khadafi tentou forjar documentos para fugir ao país

O governo mexicano revelou nesta quarta-feira que Saadi Khadafi, filho do ex-líder líbio Muamar Khadafi, tentou falsificar documentos para entrar no México.

Segundo o governo, Saadi teria arquitetado o plano em setembro, quando forças fieis ao antigo regime ainda tinham o controle sobre Trípoli.

Saadi estaria contando com colaboradores no México, que comprariam propriedades em um balnerário. O plano seria levar outros familiares de Khadafi ao país.

Ex-jogador de futebol, Saadi fugiu da Líbia durante o levante que derrubou o regime de seu pai e agora se encontra em prisão domiciliar no vizinho Níger.