Oposição contesta vitória de Kabila no Congo

O principal candidato da oposição da República Democrática do Congo rejeitou os resultados oficiais que mostram que o presidente em exercício Joseph Kabila venceu as eleições presidenciais.

Etienne Tshisekedi disse que se considera o presidente eleito e afirmou que o anúncio da vitória do rival é uma provocação.

Há forte presença de forças de segurança na capital, Kinshasa, por conta do receio de violência e tumultos após a divulgação dos resultados.

O correspondente da BBC em Kinshasa, Thomas Hubert, disse que tirou foram ouvidos perto da casa do candidato da oposição. Também há relatos de protestos no centro da cidade.

Os resultados parciais dão a vitória a Kabila, com 49% dos votos. Tshisekedi teria obtido 32%.

No entanto, o resultado ainda precisa ser confirmado pelo Supremo tribunal do Congo.