Incêndio em hospital mata mais de 70 pessoas na Índia

Um incêndio matou mais de 70 pessoas nesta sexta-feira na cidade indiana de Calcutá.

A maioria das vítimas são pacientes que ficaram retidos nos andares de cima do prédio pela fumaça e pelas chamas.

Alguns deles usaram telefones celulares para fazer chamadas desesperadas por ajuda, enquanto os bombeiros lutavam para chegar ao hospital em meio às ruas estreitas e sinuosas em volta do hospital.

Autoridades acusaram a direção do hospital de abandonar os pacientes e deixar a área antes que o fogo se espalhasse.

A ministra-chefe da Província de Bengala Ocidental, Mamata Banarjee, disse que as mortes são um "crime imperdoável", e prometeu uma investigação profunda.