Rejeitar pacto europeu foi a 'resposta certa', diz premiê britânico

O premiê David Cameron falou ao Parlamento britânico nesta segunda-feira para defender sua decisão de rejeitar a entrada da Grã-Bretanha em um pacto europeu de maior unidade fiscal e econômica.

"O não ao tratado foi a resposta correta", disse Cameron, alegando que o pacto não garantia "que estaríamos protegidos corretamente".

"Não queria tratamento especial, apenas salvaguardas necessárias para nosso mercado financeiro", afirmou o premiê.

O pacto europeu foi acordado na última sexta-feira, em Bruxelas, e deve ser assinado pelos demais 26 membros da União Europeia.

A rejeição britânica ao pacto foi defendida por parte da população e do Partido Conservador, de Cameron, mas desperta temores de maior isolamento da Grã-Bretanha e de uma Europa dividida.

Em resposta a isso, Cameron disse ao Parlamento que o país segue sendo "um membro pleno da UE", alegando que o país "precisa do mercado comum europeu".

"Mas acredito em uma UE flexível, e não rígida", agregou.