Russos ridicularizam promessa de Medvedev no Facebook

Os seguidores do Facbeook na Rússia ridicularizaram o presidente do país, Dmitry Medvedev.

Medvedev havia prometido que iria investigar as acusações de fraude eleitoral que teriam beneficado seu partido, o Rússia Unida, nas eleições parlamentares realizadas recentemente no país.

Pelo menos 7 mil comentários haviam sido postados na página de Facebook do líder russo até o domingo, um dia depois de o país ter visto alguns dos maiores protestos políticos já realizados na Rússia desde o período soviético.

Medvedev havia dito que não concordava com os slogans proferidos durante as recentes manifestações. Entre os comentários mais recorrentes entre os usuários do Facebook estava ''você não concorda com o slogan 'por eleições honestas'?''. Outros internautas chamaram-no de ''mentiroso patético''.