Após 18 anos de negociações, Rússia será oficializada como membro da OMC

A Rússia se tornará nesta sexta-feira um membro oficial da Organização Mundial do Comércio (OMC).

A entrada do país na instituição levou 18 anos para ser negociada, e foi possível graças à mediação suíça.

Representando o "R" na sigla Bric - Brasil, Rússia, Índia e China, os principais país emergentes - a Rússia era até agora a maior economia do mundo fora da organização onde as questões globais de comércio são negociadas.

Analistas creem que a entrada do país na OMC - que será oficializada com uma cerimônia em Genebra às 12h30 de Brasília - representará uma ajuda para a sua economia, em meio à um cenário de crise na economia mundial.

A aceitação da Rússia em uma organização multilateral renova as esperanças de que o país adote mais transparência no sentido econômico e político, e respeite as regras internacionais.