Premiê diz que protestos no Egito são ato de 'contra-revolução'

O primiero-ministro do Egito, Kamal al-Ganzouri, afirmou que os mais recentes protestos realizados na capital do país, Cairo, são um ato de ''contra-revolução''.

Os comentários do premiê se deram no segundo dia das manifestações populares realizadas no país.

As manifestações provocaram uma onda de violência e enfrentamentos entre autoridades e manifestantes e a morte de 8 pessoas.

Os ativistas que foram às ruas querem a deposição da junta militar que administra o país e a transição imediata para um governo civil.